sexta-feira, 22 de outubro de 2010

BRASIL DE BOTEQUIM II

Estamos a menos de 10 dias das eleições que vão determinar quem será nosso governante para os próximos 4 anos. A disputa eleitoral está acirrada e o povo tomando as ruas para apoiar seus candidatos. Um exemplo de democracia e exercício de cidadania. Será? Tenho minhas dúvidas.
Desde o início dessa campanha eleitoral eu não escutei nenhuma proposta consistente de nenhum candidato, de nenhum deles. Nos debates, o discurso era farei isso, aquilo, mas ninguém demonstrou um plano para o Brasil, muito menos as fontes de recurso para financiar as promessas.
Agora, no segundo turno, a coisa degringolou, é uma guerra pra ver quem é o mais carola, ou melhor, mais cristão. O último e fenomenal debate entre os candidatos, presidente e população é o raio da bolinha de papel ou da bexiga d’água.
A imprensa tem jogado uma nuvem de fumaça nos olhos dos brasileiros, e o pior, a maioria foi cegado por ela. Isso acontece porque não há propostas a serem debatidas, não há qualificação entre os candidatos. Por falta de conteúdo vamos construindo um Brasil de botequim.
Aqui não defendo nenhum dos lados da disputa, até porque acho que nenhum dos dois serve para o Brasil. O que me deixa profundamente aborrecido é ver pessoas intelectuais, acadêmicos que conheço entrarem nessa onda de discussão sobre aborto, bexiga ou papel, tentando defender um ou outro candidato.
Caros leitores e amigos, peço-lhes discernimento para que esse debate não tome conta de nosso dia a dia político, cabe a nós, cidadãos, elevar o nível, exigir debate de conteúdo, um programa de governo, um norte para o futuro nosso e do nosso país. Precisamos impedir a criação do Brasil de Botequim.

Valdemiro Kreusch Júnior

5 comentários:

  1. Amigo Blogueiro!

    Também escrevi sobre o assunto, abordando outra ótica: o voto de "protesto".

    Seu texto está muito bom, gostei mesmo. E serve de alerta a todos que tiverem a oportunidade de o ler. Siga inspirando pessoas a pensarem mais!

    Sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  2. Caro Kreusch;
    Muito trivial as escritas usadas para formatar este artigo, parabens.
    Auguro-lhe boa semana.
    Junior Faj
    www.juniorfaj.com

    ResponderExcluir
  3. Prezado Valdemiro,
    Seu artigo, ou melhor, seus atigos a respeito desta vergonha nacional estão muito bons. Se me permitires divulgarei no meu blog, dando os devidos créditos a você e informando a fonte original do seu blog.
    A propósito, se achares intessante, te convido a visitar meu blog, pois postei um vídeo de outro colega consultor que vai ao encontro de suas sábias palávras.

    Grande abraço,
    Ismael Gonçalves
    http://processosepessoas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá Ismael,
    Obrigado pelo comentário. Podes replicar meus textos, peço apenas indicar a fonte.
    A propósito, muito engraçado aquele vídeo da Melô da Eleição postada em seu blog.
    Grande abraço.
    Valdemiro Kreusch Júnior

    ResponderExcluir
  5. Prezado Valdemiro,
    Muito bem escrito o seu artigo, também concordo que não temos infraestrutura para tanto crescimento, temos problemas graves como a saúde e a educação e qualificação dos trabalhadores tanto jovens como veteranos.
    É preciso investir na malha rodoviária e infraestrutura das cidades não apenas para a copa do mundo, mas simplesmente porque a melhoria de padrão de vida dos brasileiros tem pedido um melhor ordenamento das cidades com o transito, hospitais e postos de saúdes que estão sempre congestionados.
    Talvez se não resolvermos esses problemas seremos sufocados pelo o nosso crescimento.
    Pedro Paulo Morales.
    pedropaulomorales@yahoo.com.br

    ResponderExcluir